sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Composteira Doméstica é a solução do lixo orgânico doméstico !


A destinação incorreta do lixo é um dos maiores problemas ambientais do Brasil. A maioria dos municípios do país não possui um aterro sanitário adequado para tratar os resíduos. As consequências são várias: emissões de gás metano, poluição de lençóis freáticos e propagação de doenças, entre outras.
Ao contrário do que muitos pensam, reverter esse quadro não é difícil. É possível reduzir em grandes quantidades o volume de lixo que produzimos. O segredo é a vermicompostagem. Ao invés de jogar resíduos orgânicos no lixo, basta alimentar minhocas. A princípio parece bem estranho, mas o processo é simples, prático e higiênico.
É necessário apenas uma composteira doméstica, que a empresa Morada de Floresta teve a grande sacada de produzir. São três caixas de plástico empilhadas. Nas duas caixas de cima colocam-se as minhocas e o lixo orgânico. Os bichinhos circulam entre as duas caixas através de furos nos fundos.
Eles alimentam-se dos resíduos e produzem um fertilizante natural e rico em nutrientes, que pode ser colocado em vasos e canteiros de plantas. Pelos furos da caixa inferior cai o adubo líquido, que é retirado através de uma pequena torneira acoplada. Ele também possui grande valor nutritivo para as plantas.
A composteira cabe em locais pequenos e não produz mau cheiro. Ela pode ser colocada em áreas de serviço, varandas, jardins, escolas e escritórios. Podem ser depositados pó de café e chá, cascas de legumes, de verduras e de frutas, alimentos estragados, ossos, guardanapos usados, poeira, papéis, jornais e até fios de cabelo. Só é preciso ficar atento com alimentos cítricos, carnes e gorduras. O ideal é balancear o que é colorido (rico em nitrogênio) com o que é marrom (rico em carbono).
O resultado final será uma terra rica em nutrientes sem qualquer necessidade de fertilizantes químicos. Além da diminuição do volume de lixo em cerca de 50%. Você pode comprar a composteira doméstica no Greenforma.

Sem comentários:

Enviar um comentário