sábado, 23 de julho de 2011

Visita técnica no Parque Laje Rio de Janeiro .





O primeiro proprietário do Parque Laje foi Rodrigo de Freitas Melo que depois vendeu para Antônio Martins Laje, em 1859 , que deixou por herança para o filho , o armador Henrique Laje.
A área foi desapropriada pelo Decreto n*77.293 de 11/03/1973.
O Parque Laje  caracteriza-se por uma área de mata atlântica  , que foi projetado pelo paisagista Jonh Tyndale em 1840 .
A primeira coisa a ser observada na visita  foi a presença ilustre do sagui no estacionamento(fator antrópico devido ao impacto da  construção do estacionamento e poluição dos carros)de  e também do macaco prego que são exemplos de espécies bio-invasoras , assim como a jaqueira .Podemos observar uma palmeira onde se encontrava o exemplo de líquem no tronco , no qual se caracteriza um exemplo de biótico , nesse caso se trata de uma associação de algas e fungos e mais ainda se caracteriza como epífita , onde ocorre o mutualismo , o que quer dizer  que os dois se beneficiam ou simplesmente , nínguem sai perdendo.
A visita se foi se procedendo passamos pela capela , com um aspecto Romano ou simplesmente muito antigo , logo adiante vimos o solar onde na verdade era uma casa com piscina , pátio e é toda revestida de calcária , onde se enquadra-se no período artístico denominado ecléctico .Os jardins são organizados de forma geométrica.Hoje o solar nada mais é que uma escola de artes e para os visitantes poderem comer e ir ao banheiro , isso nos faz lembrar também do fator antrópico , já que , o parque está  com o impacto da visitação , como trilhas e o lixo que muitos visitantes jogam , vimos também árvores pinchadas , o que nos mostra mais exemplos de fatores antrópicos.
No Aquário outro fator antrópico por que foca mais na qualidade visual do que ambiental , exemplo são os bancos são feitos de garrafas pet.Lá no Aquário encontramos  várias espécies , como a carpa colorida de origem da Ásia , o tubarão siamês que é de origem da Tailândia , o barbo ouro de origem do Sudeste da Ásia , e o peixe Jóia que é de origem da África , o Texas blue do México/EUA e a espécie tricogastes leri também da Ásia , a piranha vermelha do pantanal que é de origem da Guiana e vimos também a espécie de peixe  ciclídeos africanos que como o nome diz são de origem da África , todas essas espécies de peixes são exemplos de espécies exóticas pois não são nativas do Brasil. Mas no Aquário também vimos exemplos de espécies de peixes nativos do Brasil , exemplo: o peixe mato grosso , o néon negro , e o tetro preto , vimos também o peixe da espécie cruzeiro do sul  e o cascudo abacaxi que é nativo da Bacia Amazônica  e de outros países como o Uruguai e o Paraguai .
Continuamos nossa visita e o professor nos deu exemplos de plantas oportunistas ,  e as estrategistas , onde as plantas de maior porte se desenvolvem bem e fazem sombra dissipando as outras ao seu redor sugando a água e impedindo a claridade. Indo em frente encontramos a gruta onde se dá abrigo para morcegos , na gruta , que é composta de calcário , vimos exemplos de estalactite que é formado de bircabonato de sódio  , que formam uma verdadeira  obra de arte .À beira da gruta observamos um lago com presença de peixes no qual são conhecidos como o famoso barrigudinho.Seguindo a trilha encontramos cogumelos , conhecido como orelha de pau , com a sua forma pode-se observar o período da chuva , também vimos o cogumelo de forma arredondada. Encontramos a bananeira que também é uma espécie exótica e vimos uma erosão , que pode ser um fator abiótico.pode-se observar a ação de cupins , que são predadores das plantas , no decorrer da trilha tivemos o prazer de encontrar o borboleta de nome popular cara de coruja, que é outro de espécie exótica .
No Parque Laje também é possível encontrar espécies endêmicas , como o tucano , pica-pau , ipê e o pau-brasil.Continuando nossa trilha avistamos um lago onde foi possível notar a presença de carpas , mais um exemplo de espécie exótica , a caminhada continuou se deu inicio a uma bela subida onde logo avistamos uma pequena cachoeira que dava origem ao lago , avistamos um ponto específico água parada , onde poderia estar resultado em ploriferação de mosquito.Na subida pegamos uma trilha que seguia para um mirante onde não prosseguimos por que o local estava interditado por conta de danos causados pela chuva.
O tipo de ecossistema predominante no parque é a mata atlântica , alguns animais  tipos desse ecossistema já citados no texto , os impactos ambientais positivos : A sustentação econômica do parque é através de verba do poder público , e o aluguel do espaço onde se encontra a cantina .A integração da área é positiva pois os moradores tem o benefícil das caminhadas , passeios em família e outras atividades.A fiscalização do parque .Na visita notamos que a todos tempo e em todos os lugares haviam guardas , mas mesmo com essa fiscalização encontramos muito lixo e outros tipos de agressões ao parque , deve-se ver as políticas de seguranças do parque , são feitos pela guarda municipal e Grupamento de Defesa Ambiental , as divulgações são feitas sites e nas escolas e faculdades...etc.

Sem comentários:

Enviar um comentário